Genocídio da Juventude Negra

Relato e e as vivencias dos jovens.

O genocídio da juventude negra é uma violência contra os jovens da periferia, pobres, e negros. A cada 23 minutos morre um jovem negro, diz a música “Favela vive 3”. Isso acontece porque nossos direitos são cortados, o governo não garante na prática nosso direito de ir e vir, levando muitos jovens a procurar no tráfico de drogas uma saída. E os pais, preocupados, ficam na insegurança se seu filho vai voltar com vida pra casa.
Para alterar esta situação algumas medidas precisam ser tomadas como uma educação de qualidade , um sistema de saúde que atenda toda a população e a segurança nas ruas. É preciso dar segurança a toda população honesta e batalhadora que luta dia-a-dia pelos seus direitos e por uma vida digna que todo ser humano deveria ter. Pois essas pessoas honestas não conseguem mais que o pão de cada dia para sustentar sua família. Assim, todos os jovens, crianças, idosos e etc poderão andar tranquilamente nas ruas, sem medo de ir para seu trabalho e sem a preocupação se volta vivo ou não para casa.
Outra medida importante a ser tomada é o acesso à cursos profissionalizantes para os jovens de periferias. Dessa forma teríamos condições de buscar um futuro profissional e o número de jovens mortos poderia diminuir. O governo deveria criar penas mais justas para todos os crimes, fazendo o certo pelo certo. E não fazendo leis que acobertam seus crimes gerando mais corrupção para nosso país. O governo deveria fazer isso e muito mais para que o pobre tenha uma vida digna e, também, deveria ter mais espaços como o Projovem para os jovens poder frequentar.